Header Ads

Icapuí inicia mobilização para melhorar índices de Educação

Foi elaborada uma agenda de trabalho para cada escola. A intenção é avaliar os resultados e discutir os desafios para elevar os indicadores, sobretudo, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática A busca pela alfabetização na idade certa fez do Ceará uma referência nessa tentativa pedagógica de elevar os índices de aprendizagem a partir da base, no Ensino Fundamental. 

Nessa dinâmica, o município de Icapuí, no Litoral Leste, inicia hoje o projeto Mobiliza Mais Paic, com a participação de núcleos gestores das escolas públicas, professores, pais e alunos. A campanha faz referência ao Programa Educação na Idade Certa, do Governo do Estado, e vai mobilizar todas as escolas públicas municipais. A intenção é reverter índices baixos registrados no município nos últimos anos. 

A mobilização, numa forma de Dia D pela Alfabetização, é uma proposta governamental para todos os municípios do Ceará, especialmente os que precisem melhorar os índices. "Éramos uma escola prioritária em 2015, pelos indicadores baixos apresentados. Mas mesmo que atualmente tenham saído resultados com referência de dois anos atrás, que nos tiraria dessa escala de prioridade, os nossos quinto e nono anos letivos estão com índices em Língua Portuguesa e Matemática que precisam ser melhorados", explica Diumberto Freitas, secretário da Educação de Icapuí. Também professor, ele acredita que os melhores resultados serão alcançados desde que não haja apenas um ensinamento para o conteúdo educacional, "mas de uma aprendizagem mais ampla, que entende a realidade própria ao redor. É preciso contextualizar o estudante para muito além do papel e lápis". 

Algumas reuniões com os núcleos gestores apontaram a necessidade de se ter um movimento em âmbito municipal para a revisão dos planos de ação que foram pensados no primeiro semestre, considerando os resultados já observados em 2017 e em avaliações externas dos anos anteriores. A largada para o Mobiliza Mais Paic acontece na manhã de hoje (30) no auditório da Secretaria da Educação, com programação envolvendo professores, pais e alunos até o período da tarde. 

A professora Geane Rebouças discutirá sobre as experiências e resultados da educação infantil; a análise da situação de leitura e escrita no 1º semestre será abordada por Nilda e Geane Fernandes. Outros pontos debatidos serão a análise dos resultados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) e estratégias para a elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Foi elaborada uma agenda de trabalho para cada escola. A intenção é avaliar os resultados e discutir os desafios para elevar os indicadores, sobretudo, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. 

Escolas essa forma, já estão escaladas as discussões para as seguintes escolas municipais: Escola Horizonte da Cidadania, Escola Professora Joana Marques Bezerra, Escola Professora Raimunda Lacerda Damião, Escola Professora Miinha, Escola Professora Carlota Tavares de Holanda, além da Escola Professora Maria Edilce Barbosa. "Sabemos que temos que trabalhar muito para melhorar nossos indicadores, para que consigamos que os nossos alunos sejam alfabetizados na idade certa. 

O desafio é grande, mas estamos na luta", destacou Conceição Mello, assessora da Secretaria de Educação.

Fonte: Diário do Nordeste
Tecnologia do Blogger.