Header Ads

Investigação da Polícia Federal resulta na condenação de acusados em Mossoró-RN

Foto: Reprodução/ O Câmera

Acusados foram condenados a mais de 32 e 21 anos, respectivamente, pelo assalto e latrocínio ocorrido em Paraú, no estado do Rio Grande do Norte

Dois homens investigados pela Polícia Federal no Rio Grande do Norte (PFRN) foram condenados por latrocínio e assalto à agência dos Correios em Paraú, a 240 quilômetros de Natal. Os réus Marinaldo Rosa da Silva e José Adriano de Souza Santos, foram condenados, às penas de 32 anos e 4 meses e 21 anos e 2 meses de reclusão, respectivamente. 

A pena deve ser cumprida incialmente em regime fechado e segunda a sentença da Justiça Federal, proferida no fim de janeiro, os réus não tem direito a apelar em liberdade. Trata-se de acusação do Ministério Público Federal com base na investigação conduzida nos autos do Inquérito Policial nº 208/2014, instaurado pela Delegacia da PF em Mossoró, através do qual foram produzidas provas de autoria e materialidade do crime de latrocínio e corrupção de menores, no episódio do roubo fato ocorrido em 15 de julho de 2014, e que resultou na morte de Klebe Márcio Freire da Silva, vigilante daquela agência. 

De acordo com o assessor de comunicação da Policia Federal de Mossoró, Paulo Nascimento, a determinação do Superintendente Regional da Policia Federal no Rio Grande do Norte e do chefe da Delegacia da Policia Federal de Mossoró, para que se mantenha incessante o combate a esse tipo de crime que assola o estado.


Com informação da assessoria de imprensa da PF-RN
Imagens: Reprodução/ O Câmera


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.