Páginas

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Balanço parcial aponta 63 vítimas de homicídio no Carnaval

Foto: Reprodução/TV Jaguar



Os números superam as mortes registradas em igual período do ano passado quando foram anotados 60 crimes


Entre as 18 horas de sexta-feira (13) e a tarde desta terça-feira (17), foram registrados 63 homicídios na Grande Fortaleza (Capital e Região Metropolitana) e no Interior do Estado. O balanço parcial aponta para 21 assassinatos na Capital, 13 na RMF e 29 no Interior. O número é maior que o registrado em igual período do ano passado, quando foram anotados 60 mortes.

Os dados foram obtidos em locais de crimes, relatórios policiais e boletins diários divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O balanço final com dados sobre a violência no Carnaval deve ser apresentado amanhã pela SSPDS, em entrevista coletiva.

Na sexta-feira (13), a partir das 18 horas, a Polícia contabilizou dois homicídios na Região Metropolitana e três no Interior. Os crimes foram registrados em Aquiraz, Maranguape, Camocim e Boa Viagem.

Durante o dia de sábado (14), a Polícia anotou 15 assassinatos, sendo dez na Capital, um na RMF e cinco no Interior do Estado. Na Grande Fortaleza, as mortes ocorreram no Vicente Pinzón, Maracanaú, Álvaro Weyne, Antônio Bezerra, Canindezinho, Padre Andrade, Alagadiço Novo, Jacarecanga, Parangaba, Granja Lisboa e Jangurussu.

Já no último domingo (15), foram registrados seis crimes de morte na Capital, três na RMF e sete no Interior. Os casos ocorreram em Maracanaú, Padre Andrade, Jacarecanga, Barra do Ceará, Alagadiço Novo, Santa Maria, Parque Dois Irmãos e Caucaia. Já no Interior, as ocorrências aconteceram nos municípios de Quixeré, Sobral, Barbalha, Mulungu, Santa Quitéria e Itarema.

Na Segunda-feira (16), foram contabilizados 19 homicídios. Os assassinatos aconteceu em Caucaia, Bela Vista, Maracanaú, Conjunto Palmeiras, Mondubim, Pindoretama e Itaitinga. Em um dos casos, na Praia do Icaraí, em Caucaia, uma mulher agrediu e matou Cristiano da Silva Gomes,39. Segundo a Polícia, o crime foi praticado durante uma confusão por causa de meio litro de aguardente (cachaça).

Outro crime registrado na última segunda-feira ocorreu por volta das 11 horas, no bairro Bela Vista, quando um homem foi executado a tiros na Rua Ministro Sérgio Mota.


A vítima José Ricardo Miranda de Melo, 38, chegava em um estabelecimento de reciclagem para vender a corrente da própria bicicleta quando foi surpreendida por outro homem a pé que efetuou vários disparos.

Ricardo foi atingido com, pelo menos, quatro disparos, sendo dois na cabeça e um nas costas.

A vítima respondia na Justiça por crimes de roubo, furto e porte ilegal de arma branca. A Polícia encontrou cápsulas de pistola calibre 380 no local. Já no começo da tarde, um corpo foi encontrado em uma residência abandonada na Rua Raul Teófilo, no Distrito de Pajuçara, em Maracanaú.

O local, conforme a Polícia, era utilizado por usuários de drogas e a vítima apresentava cinco perfurações a faca. Segundo a perita Lêda Queiroz, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a vítima, Cleuton de Lima Gomes, 36, apresentava rigidez cadavérica, indicando que o crime ocorreu durante a madrugada. A arma do crime não foi encontrada.

Ainda houve o registro de um homicídio no centro do município de Pindoretama, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Luiz Carlos Monteiro, 24, foi executado a tiros.

Outro caso ocorreu no bairro Conjunto Palmeiras, onde Maria Irá Sousa dos Santos, 37 anos, foi assassinada. Já por volta das 18 horas, a Polícia ainda registrou um homicídio no Mondubim, quando Ítalo Regis Cardoso, 30, foi morto a tiros.

Na manhã de ontem, em Fortaleza, a Polícia registrou mortes na Rua Sargento João Pinheiro, no bairro Granja Lisboa, e em Messejana, na Travessa Padre Cícero. No primeiro caso foi vítima Roniel Fernandes Ribeiro Rocha e no segundo, Francisco Rodrigues da Silva.


Jéssika Sisnando - Especial para Polícia DN

0 comentários:

Postar um comentário