Páginas

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Um dos maiores pistoleiro do Rio Grande do Norte, morreu na manhã de ontem em Mossoró-RN

Foto: Reprodução/O Câmera

Atenção: Depois da necropsia realizada no Instituto Técnico e Cientifico de Polícia, ITEP em Mossoró, não foram encontradas marcas de tiros no corpo de Beto Fonseca. O médico legista informou que a vitima sofreu varias fraturas na cabeça, possivelmente provocadas por espancamento. Atualizado as 19h 20 min de 29 Jan 

Um homem identificado como um dos maiores pistoleiros do estado do Rio Grande do Norte morreu na manhã de quinta feira 29 de Janeiro de 2015, no Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró. 

Francisco Alberto Araújo Fonseca, “Beto Fonseca” ou “Roque” foi encontrado há três dias com sinais de espancamento as margens de uma estrada, próximo a cidade de Ipanguaçu. O mesmo foi socorrido para o Hospital Regional Tarcisio Maia onde morreu na manhã de hoje. 

Em 2012 Agentes da Divisão de Polícia do Oeste “Divpoe” juntamente com a equipe da Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur) realizaram uma operação em São Miguel do Gostoso, tentando prender o pistoleiro que se encontrava há 15 anos foragido da Justiça. 

Beto Fonseca era considerado o mais destemido dos pistoleiros do bando 'Mal Assombro do Rio do Meio'. Ele estava sendo apontado nos últimos tempos como autor de vários assassinatos ocorridos no Vale do Assu, bem como o mais provável pistoleiro a investir contra testemunhas e autoridades judiciais, promotores e policiais que estão trabalhando na força tarefa que atua contra criminosos com o perfil de Francisco Alberto.


Informações: O Câmera / G1 
com imagens exclusivas

0 comentários:

Postar um comentário